Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Dólar defende alta de 0,11%, a R$ 1,720

SÃO PAULO - O dólar comercial segue operando em alta nesta quarta-feira. O movimento vendedor que inaugurou o dia esbarrou em novos comentários do ministro da Fazenda, Guido Mantega, sobre as intervenções do governo no câmbio.

Valor Online |

O ministro acenou que as atuações do governo no câmbio não são uma promessa e voltou a ressaltar que não há limite para a compra de dólares, já que o Tesouro pode alimentar o Fundo Soberano do Brasil (FSB). Mantega também confirmou que o Banco Central (BC) será o operador do FSB. Por volta das 14h40, o dólar comercial apresentava elevação de 0,11%, a R$ 1,720 na venda. Na mínima, a divisa foi a R$ 1,705. Já no mercado futuro, o contrato para outubro, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), avançava 0,40%, a R$ 1,7225. No câmbio externo, o dólar segue perdendo espaço, conforme cresce a percepção de que o Federal Reserve (Fed), banco central americano, voltará a lançar medidas de estímulo para a economia. O euro segue em alta, negociado a US$ 1,33, depois de fazer máxima a US$ 1,34, preço não observado desde abril. Já o Dollar Index, que mede o desempenho divisa americana ante uma cesta de moedas, caía 0,66, para 79,9 pontos, menor leitura desde abril. (Eduardo Campos | Valor)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG