Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Dólar cai, mas continua respeitando R$ 1,75

A moeda norte-americana passa a acumular perda de 0,45% na semana

Valor Online |

A piora de humor externo não atrapalha, mas quando a sinalização proveniente do quadro internacional é positiva, os vendedores ganham força no mercado de câmbio local. Por volta das 13 horas, o dólar comercial apontava baixa de 0,56%, a R$ 1,752 na venda. Com isso, a moeda passa a acumular perda de 0,45% na semana.

Na mínima, o dólar foi a R$ 1,750, mas o Banco Central (BC) já deu seu recado a fazer leilão de compra por volta das 12h20, tomando moeda a R$ 1,7507. Fica a dúvida sobre a possibilidade de nova intervenção agora à tarde. Já no mercado futuro, o contrato para setembro, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F) recuava 0,70%, a R$ 1,7515.

O tom positivo do dia foi garantido primeiro pelo crescimento da economia americana no segundo trimestre, que apesar de revisado para baixo ficou dentro das expectativas. O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1,6% no segundo trimestre, contra a prévia anterior de 2,4%. Também ecoam pelos mercados as declarações do presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke.

Como não poderia ser diferente, ele disse que a autoridade americana está pronta para agir caso a economia continue piorando. Para o presidente do Fed, os EUA não devem ter um novo episódio recessivo, mas sim continuar crescendo de forma modesta. Ainda de acordo com Bernanke, a precondições para uma retomada do crescimento em 2011 continuam existindo. A autoridade monetária também foi clara ao dizer que o risco de deflação nos EUA é baixo e que tem as ferramentas para lidar com esse problema caso ele apareça.

Leia tudo sobre: dólarmoedamercados

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG