Tamanho do texto

SÃO PAULO - O dólar comercial segue descolado do sinal externo e ganha valor do real nesta quarta-feira. Vale lembrar que, ontem, a moeda fez nova mínima em mais de dois meses ao cair a R$ 1,753.

SÃO PAULO - O dólar comercial segue descolado do sinal externo e ganha valor do real nesta quarta-feira. Vale lembrar que, ontem, a moeda fez nova mínima em mais de dois meses ao cair a R$ 1,753. Sempre que o dólar ronda essa linha de preço esbarra em barreira técnica e psicológica. Por volta das 14h15, o dólar comercial registrava valorização de 0,57%, a R$ 1,761 na compra e R$ 1,763 na venda. No mercado futuro, o dólar com vencimento em agosto, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), apresentava alta de 0,28%, a R$ 1,767. No mercado externo, o dólar segue perdendo valor para o euro, que vale mais de US$ 1,27. Outro sinal de perda de força da divisa americana é o aumento no preço das commodities. O barril de petróleo do tipo WTI, por exemplo, segue em alta, oscilando acima de US$ 77. Nas bolsas, o pregão é mais incerto. Em Wall Street, o Dow Jones volta a perder fôlego depois de um período de alta observado pela manhã. Já no mercado local, o Ibovespa registrava queda de 0,42%. Como acontece toda a quarta-feira, o Banco Central (BC) apresentou o fluxo cambial semanal. Na semana encerrada no dia 9 de julho, o resultado foi negativo em US$ 501 milhões, com saídas nas contas comercial e financeira. No mesmo período, as atuações do BC no mercado à vista somaram US$ 360 milhões. Com isso, o saldo líquido na semana foi negativo em US$ 861 milhões. Mesmo assim, o preço do dólar ainda caiu 0,96% na semana. (Eduardo Campos | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.