Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Dólar acentua alta e se aproxima de R$ 1,70

SÃO PAULO - O dólar comercial segue descolado do ambiente externo e apresenta firme valorização no pregão desta quinta-feira

Valor Online |

. Por volta das 13h30, a moeda apontava alta de 1,25%, a R$ 1,696 na venda. No mercado futuro, o dólar para novembro, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), avançava 1,07% a R$ 1,6985 na venda. Já no cambio externo, o euro segue ganhando do dólar e chegou a ser negociado acima de US$ 1,40, ante de voltar a US$ 1,399. Já o Dollar Index, que mede o desempenho da divisa americana ante uma cesta de moedas, operava praticamente estável a 77,14 pontos. O que explica esse descolamento é a reação dos agentes às novas determinações do Banco Central (BC), que fecharam algumas brechas que permitiriam ao estrangeiro fazer os depósitos de margem na BM&F sem recolher o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6%. No entanto, diz o gestor da Vetorial Asset, Sérgio Machado, novamente, não é a medida em si que estimula a compra de moeda americana, mas sim a preocupação de que o governo continuará atuando para impedir a valorização do real. "O efeito medo é que está fazendo estrago", diz o especialista. Ainda de acordo com Machado, o mercado opera de olho na linha de R$ 1,70. Há certo receito em seguir comprando dólares conforme a moeda se aproxima de tal preço, já que a última tentativa de ir acima dessa linha foi barrada por forte movimento de venda. No mercado futuro, o pregão de quarta-feira foi pouco movimentado. O estrangeiro seguiu diminuindo posição vendida (aquela que ganha com a queda do dólar), mas o volume foi pouco expressivo, apenas US$ 419 milhões. O estoque ainda estava em US$ 8,0 bilhões. Na outra ponta, os bancos aparecem com US$ 8,19 bilhões em posição comprada (aquela que ganha com alta do dólar), depois vender US$ 179 milhões em contratos no pregão de ontem. (Eduardo Campos | Valor)

Leia tudo sobre: Finanças

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG