FRANKFURT - O primeiro banco alemão em ativos, o Deutsche Bank, fechou um acordo para adquirir o Sal. Oppenheim jr. & Cie S.C.A. por 1 bilhão de euros, para fortalecer sua posição no setor de bancos privados.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237577614838&_c_=MiGComponente_C

O Deutsche Bank anunciou nesta quarta-feira em comunicado que assinou um acordo de compra com os proprietários do banco privado com sede em Luxemburgo Sal. Oppenheim.

Os atuais acionistas do Sal. Oppenheim têm a opção de uma participação de até 20% na filial alemã Sal. Oppenheim Jr. & Cie KGaA, com sede em Colônia.

A instituição privada sofreu no ano passado uma perda de 163 milhões de euros, devido à crise financeira.

O preço de compra de todas as diferentes entidades será de um total de 1,3 bilhões de euros, apesar de poder ser mais elevado por determinadas posições de risco.

O grupo Sal. Oppenheim administrava no final de junho passado ativos de clientes no valor de 135 bilhões de euros e empregava 4.400 funcionários.

Por sua parte, o Deutsche Bank administrava ativos em um total de 171 bilhões de euros e após fechar a transação se tornará líder na Alemanha na cobertura de clientes privados e no setor de fundos de investimentos.

A aquisição do Sal. Oppenheim, que ainda deve ser aprovada pelas autoridades competentes e de supervisão, será implementada através de acordos de execução e será fechada no primeiro trimestre de 2010, segundo a previsão.

Leia mais sobre: bancos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.