Foram negociados 79 contratos do novo derivativo na BM&FBovespa; papel com vencimento em novembro teve alta de 1,97%

O novo contrato futuro de etanol hidratado com liquidação financeira começou a ser negociado hoje na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&FBovespa). Foram negociados 79 contratos do novo derivativo, num total de R$ 1,79 milhão. A Bolsa lançou o novo contrato de etanol com o objetivo de contribuir para a redução dos riscos para os participantes desse mercado.

No primeiro dia de negociações, foram lançados contratos com vencimento quatro datas. A maior oscilação foi para o contrato com vencimento em novembro de 2010, que fechou a R$ 775,00, com alta de 1,97% sobre os R$ 775 referentes ao lançamento. Para esse vencimento foram negociados 25 contratos, num total de R$ 577,5 mil.

O contrato tem liquidação financeira, como os contratos de boi gordo e milho. Para seu cálculo, foi utilizado o Indicador de Preços do Etanol Hidratado Paulínia (SP), que começou a ser divulgado dia 31 de março de 2010. Ele é coletado pelo Centro de Pesquisas em Economia Aplicada (Cepea) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP).


A liquidação financeira possibilita atrair a participação de usinas e distribuidores de combustível, por permitir a fixação de seus preços e a minimização do risco de oscilação, além de oportunidade de arbitragem entre os preços do mercado físico e mercado futuro. Participantes como pessoas físicas, tesourarias de bancos e investidores estrangeiros também podem contribuir para o crescimento das negociações, informa a Bolsa, em texto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.