Recuperação do dólar também acontece no mercado externo e tem caráter mais técnico que fundamental

Depois de um breve período de indefinição, o dólar comercial parece ter encontrado a direção. A moeda americana sobe ante o real. Por volta das 13h50, a moeda se valorizava 0,29%, para R$ 1,687 na venda. Cabe lembrar que na mínima chegou a R$ 1,669, ou queda de 0,77%.

No mercado futuro, o contrato para novembro, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), avançava 0,41%, a R$ 1,6945, depois de cair a R$ 1,676.

A recuperação do dólar também acontece no mercado externo. O euro que foi acima de US$ 1,40 pela primeira vez em oito meses, devolveu toda a alta e voltou a ser negociado na linha de US$ 1,38.

Captando essa recuperação do dólar, que tem mais caráter técnico do que fundamental, o Dollar Index, que mede o desempenho da moeda americana ante uma cesta de moedas, subia 0,29%, para 77,6 pontos.

Ajuste de posições também nas bolsas de valores. O Dow Jones ensaiou alta, mas não conseguiu superara a resistência dos 11 mil pontos. Há pouco, o índice caía 0,54%, para 10.908 pontos.

Por aqui, o Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), caía 1,40%, com as ações da Petrobras liderando as perdas pelo segundo dia consecutivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.