Representantes do Banco do Brasil estão em Buenos Aires para negociar com instituição argentina

O anúncio da compra da maioria das ações do Banco Patagonia, da Argentina, pelo Banco do Brasil (BB) é esperado para esta quarta-feira. Na semana passada, BB e Banco da Patagônia emitiram nota às Bolsas de Valores de São Paulo (Bovespa) e de Buenos Aires informando que o negócio poderia ser fechado em breve. Na ocasião, as versões do mercado indicavam que uma delegação brasileira viajaria amanhã à capital portenha para fechar o acordo.

De acordo com informações do jornal argentino "El Cronista", a visita teria sido antecipada para ontem e a operação seria confirmada, oficialmente, nesta quarta-feira, para aproveitar o feriado nacional pelo Dia de Tiradentes no Brasil, onde os mercados estão fechados. No mercado, as ações do Patagônia sobem desde agosto, quando foi divulgada a primeira notícia sobre o início das negociações entre o banco brasileiro e a instituição argentina.

Mas foi em dezembro que as negociações se intensificaram, quando as notícias sobre a provável operação começaram a ser veiculadas pela imprensa local. As especulações dos operadores são de que a compra das ações da família Stuart Milne, que controla o banco, seria feita por um preço entre duas a três vezes o "valor-livro" do Patagônia, que hoje é de 2,55 pesos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.