SÃO PAULO - Os dados sobre a economia dos Estados Unidos divulgados hoje, com sinais de desaceleração no ritmo da atividade, levaram os principais índices das bolsas americanas a terminar o pregão em queda. O Dow Jones recuou 0,4%, fechando aos 10.

497 pontos, o Nasdaq perdeu 1,04%, aos 2.264 pontos. O S & P-500, por sua vez, caiu 0,7%, aos 1.106 pontos. Notícias que suscitaram dúvidas sobre o vigor da recuperação econômica afetaram principalmente ações de empresas que abastecem o setor produtivo (máquinas e equipamentos, por exemplo) e de bens duráveis. Entre essas notícias está a queda de 1% nas encomendas de bens duráveis em junho, resultado bem distante do esperado pelos analistas, que apostavam em crescimento de 1% no mês. Além disso, o Livro Bege, relatório feito a partir dos dados coletados pelas 12 unidades regionais do Federal Reserve, apurou que há sinais de que o ritmo de recuperação esteja se desacelerando em alguns locais. Alguns resultados corporativos também influenciaram a retração dos principais índices. A Boeing fechou em queda de 1,9% porque, apesar de seu lucro trimestral ter superado expectativas, a receita do período veio abaixo do esperado. Os papéis da Eastman Kodak perderam 15% depois de a empresa anunciar prejuízo maior do que o previsto pelos analistas. (Paula Cleto | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.