Tamanho do texto

Órgão de fiscalização acusou banco de enganar os investidores sobre sua exposição a ativos ligados a hipotecas de alto risco

O Citigoup concordou em pagar US$ 75 milhões (R$ 132 milhões) para encerrar um processo movido pela comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos (Securities and Exchange Commission, SEC). O órgão de fiscalização do mercado americano acusou o banco de enganar os investidores em relação à sua exposição a ativos relacionados a hipotecas de alto risco (subprime).

A SEC também multou o ex-presidente Gary Crittenden em US$ 100 mil e o ex-diretor de relações com investidores e atual diretor de marketing, Arthur Tildesley Jr. em US$ 80 mil. Mesmo diante do constante interesse dos investidores no assunto, o Citi teria divulgado diversos comunicados enganosos e feito apresentações públicas em que omitia a real extensão de sua exposição aos ativos de hipotecas subprime. Em vários eventos entre julho e outubro de 2007, o Citigroup teria afirmado que a exposição de seu braço de investimentos seria de US$ 13 bilhões ou menos, quando, na verdade, superava os US$ 50 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.