Tamanho do texto

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 0,31% nesta segunda-feira, dia em que o mercado reage ao balanço da Petrobras, divulgado na sexta-feira após o mercado. O Ibovespa, principal índice da Bolsa, fechou aos 69.041 pontos. O volume financeiro somou R$ 5,1 bilhões. Na sexta-feira passada, o Ibovespa caiu 1,25%, aos 68.828 pontos, acumulando baixa de 0,74% na semana.

O mercado de ações iniciou o primeiro pregão da semana em queda, mas por volta do meio-dia inverteu o sinal e passou subir, em linha com as principais bolsas norte-americanas. No Brasil, destaque para a divulgação do resultado da Petrobras. Nos Estados Unidos, em um dia escasso de indicadores econômicos, o mercado acompanha as notícias corporativas, diz a Lafis em relatório.

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou que o Índice Geral de Preços ¿ Mercado (IGP-M), referente ao segundo decêndio de março, apontou inflação de 0,91%, após registrar variação positiva de 1,10% no mesmo período de fevereiro.

Já a pesquisa Focus mostrou nesta manhã a elevação das projeções do mercado para a inflação e o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Já a projeção para a taxa básica de juros brasileira, Selic, seguiu em 11,25%.

A Petrobras obteve lucro líquido de R$ 8,129 bilhões no quarto trimestre de 2009, o que representa um aumento de 31% sobre os R$ 6,189 bilhões registrados no mesmo trimestre de 2008. No acumulado de 2009, o lucro da petrolífera caiu 12%, para R$ 28,982 bilhões.

As ações da OffShore Services X (OSX), futuro estaleiro a ser instalado em Santa Catarina pelo grupo EBX do empresário Eike Batista, estrearam com baixa na Bovespa. A queda foi de 14,38%.

Ásia

A maioria dos mercados asiáticos encerrou em forte baixa nesta segunda-feira. A aversão ao risco aumentou após a elevação da taxa de juros na Índia e das incertezas sobre o apoio da União Europeia à Grécia.

Balanços

No front corporativo, Copel abre as divulgações trimestrais da semana, que também tem os números da Eletrobrás, Even, Brasil Ecodiesel, Cemig, Wilson Sons, Cesp, CSU CardSystem, GP Investments, Guararapes, Cyrela, JHSF, Sabesp, São Carlos, Unipar, UOL, MRV, Equatorial e Mangels.

Dólar

O câmbio local não acompanhou a virada de humor no mercado externo, que contou com alta do euro e da libra e valorização nas bolsas e commodities. Com isso, o dólar comercial fechou a R$ 1,80 pela primeira vez desde o final de fevereiro. Depois de fazer máxima a R$ 1,814, a moeda terminou a jornada valendo R$ 1,798 na compra e R$ 1,80 na venda, ainda assim leve valorização de 0,05%.

(Com Agência Estado e Valor Online)

Leia mais sobre: mercados

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.