Cerca de 15 mil empresas teriam potencial para entrar no Bovespa Mais, diz Edemir Pinto

A BM&FBovespa prevê a abertura de capital de aproximadamente 200 companhias em um período de cinco anos. A meta é ampliar em mais de 40% o número de empresas listadas nos mercados de capitais, atualmente em 467. Durante entrevista coletiva à imprensa nesta segunda-feira, o presidente da Bolsa, Edemir Pinto, disse que o foco está nas pequenas e médias empresas, que devem representar metade das novas companhias previstas a ingressar no mercado de valores nos próximos cinco anos.

Segundo ele, existem hoje cerca de 15 mil empresas no Brasil com faturamento entre R$ 100 milhões e R$ 400 milhões, que teriam potencial para entrar no segmento de governança corporativa Bovespa Mais. Hoje, esse nível da Bolsa tem apenas uma companhia, a Nutriplant. Dentro das iniciativas para atingir tal objetivo, a BM&FBovespa anunciou um acordo para instalar uma unidade de assessoria financeira a empresas no parque tecnológico de São José dos Campos.

Existem nesse parque mais de 50 empresas já instaladas ou em fase de instalação, incluindo Vale e Embraer. A ideia é realizar ações educacionais voltadas à apresentação do mercado financeiro e de capitais a essas empresas, além de promover contatos entre investidores qualificados e os empreendedores. A Bolsa já anunciou a meta de aumentar o número de investidores no mercado de valores de 550 mil para 5 milhões também em cinco anos.

De acordo com Edemir Pinto, essa iniciativa em São José dos Campos ajuda a trazer oferta para a futura demanda. No evento, ele destacou que não existe um faturamento ideal para que uma empresa abra seu capital. "O tamanho da empresa não é um motivador", disse, acrescentando que hoje já existem fundos de investimento especializados em pequenas e médias empresas. O presidente da Bolsa também afirmou que, apesar da agressiva meta de abertura de capital, não estão previstas no momento mudanças para flexibilizar as regras do Bovespa Mais.

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.