Testes de estresses dos bancos europeus ainda provocam incertezas nos negócios

selo

Depois de fechar a semana passada com ganhos de mais de 6% e acima do patamar de 66 mil pontos, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu o pregão de hoje em marcha lenta, em linha com o comportamento das bolsas internacionais. A divulgação dos testes de estresse dos bancos europeus ainda provoca incertezas nos negócios. Ao mesmo tempo, a semana reserva uma série de balanços corporativos de primeira grandeza, tanto no Brasil quanto nos EUA, e traz a leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no trimestre passado. Às 10h13 (horário de Brasília), o índice Bovespa (Ibovespa) subia 0,11%, aos 66.396 mil pontos.

A divulgação dos testes de estresse tem gerado grandes controversas entre os analistas desde o anúncio dos resultados, na última sexta-feira, e mostrou-se incapaz de confirmar a expectativa do mercado de que os números seriam o grande gatilho para os negócios no curto prazo. Com isso, os investidores passam a monitorar novos números sobre a economia norte-americana, a fim de aferir o tamanho da redução do ritmo da recuperação em curso no país.

Caso a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre deste ano, prevista para ser anunciada na sexta-feira, seja menor que a previsão consensual, de 2,5% na taxa anualizada, os agentes passarão a avaliar as possíveis medidas adicionais de estímulo a serem adotadas pelo governo do presidente Barack Obama para recuperar o ritmo de atividade.

Hoje, o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) de Chicago informou que o índice de atividade nacional caiu de 0,21 em maio para -0,63 em junho. Às 11h30 (horário de Brasília), o Fed de Dallas divulga o índice regional de atividade das empresas no mês passado. Um pouco antes, às 11 horas, saem as vendas de imóveis residenciais novos em junho. A agenda de balanços corporativos desta semana nos EUA traz os resultados trimestrais de companhias como Chevron e ExxonMobil. Hoje, porém, não será divulgado nenhum balanço relevante.

No Brasil, a temporada de balanços ganha força com a apresentação dos resultados financeiros de pelo menos 20 companhias. Hoje, M. Dias Branco e Lojas Marisa abrem a agenda de apresentações, que trará ainda Pão de Açúcar (amanhã), Bradesco e Vivo (quarta-feira) e Santander, Usiminas, Vale e Oi (quinta-feira). A divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), na próxima quinta-feira, também deve ser monitorada pelos investidores, em meio às expectativas de um ciclo menos agressivo de alta dos juros básicos da economia.

Dólar

No mercado cambial, o dólar opera em baixa de 0,31% em relação ao real, cotado a R$ 1,768.

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.