O principal índice da Bolsa caiu 0,68%, pressionado pela desvalorização dos papéis da Petrobras e a reversão do mercado americano

A Bolsa de Valores de São Paulo encerrou em queda de 0,68% nesta quinta-feira, dia de oscilação no mercado brasileiro. Ao longo da manhã, o Ibovespa - principal índice da Bolsa - operava em alta. Mas desvalorização dos papéis da Petrobras e a reversão do mercado americano trouxeram volatilidade para o mercado no início da tarde e pressionaram o índice para o campo negativo.

Depois de ter perdido os 69 mil pontos na quarta-feira, o Ibovepa recuou ainda mais, para 68.441 nesta sessão. O índice teve giro financeiro de R$ 5,577 bilhões. Na semana, o índice acumula perda de 0,6% até quinta-feira.

Na agenda doméstica, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que a taxa de desemprego nacional teve ligeira alta entre janeiro e fevereiro deste ano, indo de 7,2% para 7,4%. No segundo mês de 2009, o nível de desocupação se encontrava em 8,5%.

Já a ata referente à última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), mostrou que a necessidade de elevar a taxa básica de juros brasileira já é consenso entre os diretores da instituição, embora a maioria deles tenha optado por esperar mais tempo e observar o andamento da economia antes de fazer qualquer ajuste.

O BC considera que a economia já está em expansão e que as expectativas inflacionárias se deterioraram, formando um quadro perigoso para a estabilidade dos preços.

Dólar

No mercado cambial, o dólar oscilou durante a sessão e fechou em alta de 0,44%, cotado a R$ 1,81 para venda. Ontem, a moeda havia fechado em alta de 1,29%, a R$ 1.802.

EUA

Os principais índices de Wall Street fecharam com em território negativo nesta quinta-feira, com exceção do Dow Jones, invertendo a tendência da maior parte do pregão. A pressão no fim dos negócios veio da elevação do dólar, que prejudicou o desempenho das ações das commodities.

Europa

As bolsas europeias fecharam em alta, com novas esperanças de ajuda financeira à Grécia. O encontro de líderes europeus, que teve início na quinta-feita, em Bruxelas, gerou otimismo entre os investidores. Há notícias de que a França e a Alemanha estão apoiando um programa de ajuda conjunta do Fundo Monetário Internacional (FMI) e zona do euro para a Grécia.

Ásia

Na Ásia, as bolsas encerraram os negócios sem direção única. O Shanghai Composite, de Xangai, registrou declínio de 1,23%, e o Hang Seng, de Hong Kong, cedeu 1,10%. Por outro lado, em Tóquio, o índice Nikkei 225 teve alta de 0,13%, e, em Seul, o Kospi terminou com ganho de 0,44%.

(com Valor Online e Agência Estado )

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.