Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Bovespa escolhe Itaú como gestor de novo fundo para índice

Banco poderá explorar licença exclusiva para fundo de Índice Financieiro da Bolsa por três anos

Valor Online |

SÃO PAULO - O Itaú Unibanco venceu a concorrência promovida pela BM&FBovespa para a escolha do gestor do ETF IFNC, novo fundo referenciado no Índice Financeiro (IFNC) da Bolsa. A disputa contou com a participação de quatro instituições. O Itaú apresentou o maior compromisso de volume financeiro e poderá explorar a licença exclusiva para o ETF IFNC por três anos.

O contrato será assinado entre a Bolsa e o banco nos próximos 15 dias. Após a concessão das autorizações para funcionamento e registro do fundo por parte da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e da Bovespa, o Itaú Unibanco terá 30 dias corridos para iniciar a negociação do novo ETF.

Redução de lote

A BM & FBovespa também anunciou nesta segunda a redução do lote-padrão de negociação dos fundos de índices de cem para dez cotas. Ou seja, o valor mínimo para negociar ETFs caiu para um décimo do atual. O objetivo é aumentar o potencial de negociação destes fundos, especialmente, entre pessoas físicas.

Os ETFs são fundos espelhados em índices e suas cotas são negociadas em Bolsa da mesma forma que as ações. Atualmente, são negociados sete fundos de índices na Bovespa, sendo seis geridos pela BlackRock: BOVA11 (referenciado no Ibovespa), SMAL11 (Small Caps), MILA11 (MidLarge Caps), BRAX (índice Brasil - IBrX-100); CSMO (referenciado no índice do setor de Consumo); e MOBI (setor imobiliário) Fundo de Índice); e o PIBB11 (referenciado no Índice Brasil-50), que tem o Itaú como gestor.

Leia tudo sobre: Itaúíndice financeiroBovespafundo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG