Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Bolsas na Ásia caem com retração no setor de serviços nos EUA

Bolsa de Xangai teve desempenho positivo com a expectativa pelo lançamento das ações do Agricultural Bank of China

Valor Online |

Os mercados asiáticos voltaram a demonstrar preocupação com a recuperação da economia mundial nesta quarta-feira. Os dados sobre a atividade no setor de serviços nos Estados Unidos, divulgados ontem, não agradaram os investidores e as bolsas na Ásia retornaram ao campo negativo.

Em Tóquio, o índice Nikkei 225 recuou 0,63%, para 9.279,65 pontos. O índice Hang Seng, da bolsa de Hong Kong, caiu 1,13% para 19.857,07 pontos, enquanto o Taiwan Taiex, da bolsa de Taipé, teve desvalorização de 0,19%, aos 7.534,46 pontos.

Em Seul o índice Kospi registrou 0,55% de perda, aos 1.675,65 pontos e, na Austrália, o S & P/ASX 200, da bolsa de Sydney, caiu 0,50% para 4.254,60.

Ontem, o Instituto de Gestão e Fornecimento (ISM, em inglês) informou que o ritmo de crescimento do setor de serviços dos Estados Unidos diminuiu em junho, somando-se aos indicadores que apontam que a recuperação da economia no país está perdendo fôlego.

O índice ISM recuou de 55,4 pontos em maio para 53,8 em junho, atingindo o menor patamar dos últimos quatro meses. Apesar de ainda se manter acima de 50, marca que separa a expansão da contração, os números merecem atenção, já que o setor de serviços é considerado o principal motor da economia americana.

Na China, a abertura de capital do Agricultural Bank of China levou a bolsa de Xangai para o terreno positivo. O banco estatal deve protagonizar a maior oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) do mundo. A instituição captou um total de US$ 10,4 bilhões em Kong Kong e US$ 8,8 bilhões em Xangai, totalizando US$ 19,2 bilhões.

Uma opção de lote suplementar poderá ampliar a oferta a US$ 22,1 bilhões, transformando-a na maior emissão inicial de ações da história. Na expectativa do lançamento das ações, o índice Shanghai Composite avançou 0,49%, para 2.421,12 pontos.

Leia tudo sobre: Bolsa de valoresaçõesÁsia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG