Tamanho do texto

UBS reverteu prejuízo e lucrou US$ 1,9 bilhão no segundo trimestre; ações da instituição subiram mais de 10% nesta manhã

SÃO PAULO - Os mercados acionários na Europa operam em alta nesta terça-feira, com os negócios sendo impulsionados pelos balanços dos bancos UBS e Deutsche Bank, além dos dados da economia alemã.  Há pouco em Londres, o FTSE 100 registrava valorização de 0,79%, aos 5.393,17 pontos, enquanto o índice DAX, da bolsa de Frankfurt, tinha alta de 0,77%, aos 6.241,62 pontos.

Já em Paris, o avanço era mais acentuado, com o CAC 40 subindo 1,27%, para 3.682,21 pontos. Na Espanha, o índice Ibex 35, da bolsa de Madri, ganhava 1,17%, aos 10.629,40 pontos. A bolsa italiana, por sua vez, apontava a maior alta entre os principais mercados europeus. O índice FTSE MIB, da bolsa de Milão, subia 2,08%, para 21.252,63 pontos.

O UBS, maior banco suíço, anunciou nesta terça-feira lucro líquido de 2 bilhões de francos suíços (US$ 1,9 bilhão) no segundo trimestre, revertendo o prejuízo de 1,4 bilhão de francos suíços registrado um ano antes. A notícia fez com as ações da instituição disparassem mais de 10% nesta manhã, impulsionadas ainda pela informação de que o banco deve resolver todas as questões fiscais com o governo dos Estados Unidos até outubro deste ano.

Na Alemanha, o Deutsche Bank informou que seu lucro cresceu 6,4% no segundo trimestre, passando de 1,09 bilhão de euros de abril a junho de 2009 para 1,16 bilhão de euros no mesmo período deste ano. Os dados também tiveram reflexo sobre as ações do banco, que subiram mais de 4% hoje na bolsa de Frankfurt.

Ainda contribuiu para o bom humor do mercado a notícia de que a confiança do consumidor alemão está em alta. Segundo o instituto Gfk, a expectativa dos consumidores da Alemanha para o próximo mês cresceu 0,3 ponto em relação à medição realizada no mês passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.