SÃO PAULO - As bolsas europeias registraram a sexta queda consecutiva nesta segunda-feira, com a renovação das preocupações sobre o ritmo de crescimento da economia mundial, especialmente após a divulgação de indicadores fracos nos Estados Unidos. As novas encomendas à indústria americana caíram 0,5% em agosto, após elevação da mesma ordem em julho. Sem transportes, no entanto, houve acréscimo de 0,9%.

Os estoques avançaram 0,1% no oitavo mês deste ano, seguindo incremento de 0,9% em julho. As encomendas de bens duráveis diminuíram 1,5% em agosto, em vez de queda de 1,3% como anunciado originalmente. Por outro lado, as vendas pendentes de moradias cresceram 4,3% em agosto em relação a julho, o que não chegou a animar os investidores. O indicador marcou 82,3, ante a leitura revista de 78,9 de julho. Em comparação a agosto de 2009, entretanto, quando o indicador se encontrava em 103, houve recuo de 20,1%. Na Europa, os preços ao produtor na zona do euro ficaram praticamente estáveis em agosto, com alta de 0,1% na comparação com o mês anterior. Em julho, o indicador da região tinha registrado alta de 0,2%. Na comparação com agosto do ano passado, o índice teve um aumento de 3,6%. Na União Europeia, o indicador ficou estável em agosto em relação ao mês anterior. Na comparação com agosto do ano passado, houve elevação de 3,9%. Entre os destaques do dia, as ações da Sanofi-Aventis recuaram 0,6%. O grupo francês anunciou hoje uma oferta hostil pela empresa americana de biotecnologia Genzyme, no valor de US$ 18,5 bilhões (US$ 69 por ação) em dinheiro. No final de agosto a companhia sediada em Cambridge, no Estado americano de Massachusetts, rejeitou a oferta da Sanofi-Aventis, no mesmo valor de US$ 18,5 bilhões, dizendo que a soma subestimava a empresa. A empresa tomou a decisão de partir para a oferta hostil depois de um encontro "improdutivo" entre os diretores executivos das duas companhias e acusou a Genzyme de barrar suas tentativas de definir os termos de uma transação aceitável para as duas partes. Entre as principais bolsas da região, o FTSE 100 de Londres caiu 0,66%, para 5.556 pontos; em Paris, o CAC 40 recuou 1,15%, para 3.650 pontos; e o DAX, de Frankfurt, perdeu 1,24%, para 6.134 pontos. (Téo Takar | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.