Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os mercados da Europa reagiram bem às decisões tomadas pela Cúpula do G-20 neste final de semana, no Canadá. Após uma semana registrando perdas, as bolsas europeias voltaram a subir nesta segunda-feira.

Em Londres, o índice FTSE 100 avançava há pouco 0,32%, para 5.062,84 pontos. O índice DAX 30, da bolsa de Frankfurt, tinha alta de 1,10%, aos 6.137,49 pontos, enquanto em Paris, o índice CAC 40 subia 1,04%, aos 3.556,42 pontos. Na Espanha, o índice Ibex 35, da bolsa de Madri, tinha valorização de 1,30%, aos 9.659,10 pontos e na Itália, o índice FTSE MIB da bolsa de Milão registrava alta de 0,96%, aos 20.153,96 pontos. Neste domingo, os representantes dos 20 países mais ricos do mundo se comprometeram a cortar pela metade seus déficits até 2013. Foi estabelecido, ainda, um prazo de seis anos para que os níveis de dívida destes países em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) sejam estabilizados ou reduzidos. Os ajustes, entretanto, deverão ser feitos sem colocar em risco a recuperação da economia global, que ainda é considerada frágil. Os países terão autonomia para definir as medidas a serem tomadas de acordo com suas condições e necessidades, mas deverão ter como meta o crescimento econômico. As bolsas europeias ainda seguem aguardando a divulgação de dados referentes à economia americana. Devem ser divulgados nesta segunda-feira os indicadores que medem os gastos dos consumidores americanos com bens e serviços. (Francine De Lorenzo | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.