Bolsas da Europa avançam com esperanças de estímulos

PARIS, 29 de outubro (Reuters) - As bolsas de valores europeias fecharam em leve alta nesta sexta-feira, registrando o segundo ganho mensal consecutivo, com dados sobre o crescimento econômico dos Estados Unidos fortalecendo a visão de que o Federal Reserve adotará mais estímulos na semana que vem.

O FTSEurofirst 300, índice das principais ações da Europa, subiu 0,22 por cento, aos 1.088 pontos, ganhando 2,6 por cento no acumulado do mês.

A economia dos EUA cresceu dentro do esperado no terceiro trimestre, mas não foi o suficiente para reduzir o elevado nível de desemprego ou mudar a percepção de que o Federal Reserve adotará mais estímulos econômicos.

"Esse número claramente mostra uma desaceleração no crescimento, sem indicar um retorno à recessão. No geral, isso não muda a expectativa de mais afrouxamento monetário pelo Fed", disse Jean-Marc Lucas, economista do BNP Paribas.

As empresas de serviços básicos, que têm dos piores desempenhos do ano até agora, valorizaram-se nesta sexta-feira. A Centrica ganhou 3,2 por cento, e a GDF Suez, 1,5 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,05 por cento, a 5.675 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,09 por cento, para 6.601 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,03 por cento, para 3.833 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,27 por cento, para 21.450 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 avançou 0,55 por cento, para 10.812 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em alta de 0,49 por cento, para 8.082 pontos.

(Reportagem de Blaise Robinson)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.