Os mercados asiáticos terminaram a semana em alta. Nesta sexta-feira, a maioria das bolsas da região acompanhou a alta em Wall Street. Fatores locais também influenciaram alguns pregões.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237577441713&_c_=MiGComponente_C

Em Hong Kong, a expectativa de melhora nos resultados das empresas da China continental mais do que compensou a realização de lucros nas incorporadoras imobiliárias locais. O índice Hang Seng avançou 1,71%, e fechou aos 22.589,73 pontos.

As Bolsas da China fecharam em alta, lideradas pelos setores financeiro e de recursos naturais, com expectativas de que haverá altas adicionais dos preços das ações em virtude do robusto PIB do terceiro trimestre. O índice Xangai Composto ganhou 1,9% e encerrou aos 3.107,85 pontos - na semana, o índice acumulou alta de 4,4%. Já o índice Shenzhen Composto subiu 1,5% e terminou aos 1.085,46 pontos.

A ausência de uma forte demanda por dólares na China levou a uma pequena valorização do yuan, que se manteve próximo do nível da taxa de paridade central dólar-yuan. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8285 yuans, de 6,8292 yuans do fechamento de quinta-feira.

Após dois pregões seguidos de perdas, a Bolsa de Taipé, em Taiwan, seguiu a tendência dos demais mercados regionais. O índice Taiwan Weighted subiu 0,5% e encerrou aos 7.649,28 pontos.

Na Coreia do Sul, a alta da Bolsa de Seul foi liderada pelos ganhos com ações da Kia Motors e da Hyundai Motor. O índice Kospi avançou 0,6% e fechou aos 1.640,17 pontos.

Na Bolsa de Sydney, na Austrália, o índice S&P/ASX 200 ganhou 1% e terminou aos 4.859,4 pontos.

O índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou com alta de 1,53% e encerrou aos 2.932,99 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou em alta na esteira dos ganhos em Wall Street. O índice Straits Times avançou 1,2% e fechou aos 2.715,34 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 1,4% e fechou aos 2.467,95 pontos, ajudada por compras à tarde de blue chip na expectativa de que a agência de rating S&P possa elevar a nota soberana em breve, depois de subir a perspectiva de estável para positiva.

Às 5h45 (de Brasília), o índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, caía 1,06 e estava aos 708,76 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, somou 0,6% e fechou aos 1.267,10 pontos, liderado por ganhos em construção, financeiro e ações de companhias ligadas ao governo.

As informações são da Dow Jones

Leia mais sobre mercados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.