Maioria das principais bolsas de valores da Ásia encerrou a terça-feira em alta

A maioria das principais bolsas de valores da Ásia encerrou a terça-feira em alta, em uma pausa no movimento de vendas de ativos de risco antes da divulgação de dados econômicos da China e de reunião do Banco Central Europeu (BCE) nesta semana.

Temores sobre a crise de dívida europeia, uma desaceleração do crescimento chinês e um mercado de trabalho norte-americano mais fraco vinham derrubando as bolsas nos últimos dias.

Nesta sessão, os mercados refletiam os comentários do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, que ofereceu algum suporte ao euro e sugeriu que a economia norte-americana tem força suficiente para evitar uma nova recessão.

O índice MSCI de ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,45%, para 368 pontos nesta manhã.

A Bolsa de Tóquio teve variação positiva de 0,18%, para 9.537 pontos.

"Estamos vendo uma recuperação das ações hoje. Mas a cautela prevalece após as perdas significativas dos mercados norte-americanos e a contínua venda de estrangeiros. Os investidores estão comprando algumas ações sobre as quais têm uma perspectiva otimista no longo prazo", disse Kim Jeong-hoon, analista de mercado do Korea Investment & Securities.

Bernanke também disse que os líderes europeus estão comprometidos em assegurar a sobrevivência do euro e têm as ferramentas para dar suporte a qualquer membro altamente endividado da região.

O mercado aguarda agora a reunião do BCE, na quinta-feira, sobre política monetária. Após o encontro, o presidente do banco, Jean-Claude Trichet, deve enfrentar perguntas sobre o fornecimento de liquidez na zona do euro, a estabilidade do sistema financeiro da região e detalhes sobre o programa de compra de bônus governamentais da entidade.

Investidores asiáticos também estão aguardando uma onda de dados econômicos da China, como inflação, vendas no varejo e produção industrial, esta semana depois que números da semana passada indicaram que o crescimento da terceira maior economia do mundo pode já ter alcançando o ápice.

O índice acionário de Hong Kong avançou 0,56%, para 19.487 pontos. A Bolsa de Xangai teve alta de 0,09%, para 2.513 pontos.

Em Sydney, houve ganho de 1,28%, para 4.381 pontos. Os investidores foram animados pela notícia de que Rio Tinto e BHP Billiton obtiveram fortes aumentos de preços do minério de ferro.

Na Coreia do Sul, a variação positiva foi de 0,82%, para 1.651 pontos.

Já Cingapura registrou queda de 0,19%, para 2.746 pontos. Taiwan perdeu 0,08%, para 7.151 pontos. Essas praças ainda continuam abaladas pela crise de dívida europeia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.