A maioria dos mercados asiáticos estendeu os ganhos nesta quarta; bons resultados dos corporativos deram fôlego aos investidores

A maioria dos mercados asiáticos estendeu os ganhos nesta quarta-feira. Os bons resultados dos balanços corporativos deram fôlego para os investidores. A Bolsa de Hong Kong encerrou em seu mais alto nível em quase três meses, após três sessões de interrupção de negócios, com ações relacionadas a recursos naturais terem alta devido à elevação dos preços do petróleo cru. O índice Hang Seng subiu 1,8% e fechou aos 21.928,77 pontos, maior patamar desde 12 de janeiro.

A Bolsa de Xangai, na China, apresentou ligeira queda. As ações dos setores imobiliário e bancário permaneceram fracas por conta das crescentes preocupações sobre novas medidas de aperto monetário, além de movimentos para conter a alta dos preços dos imóveis. O índice Xangai Composto caiu 0,3% e encerrou aos 3.148,22 pontos. Já o Shenzhen Composto subiu 0,3% e terminou aos 1.240,78 pontos.

O yuan teve ligeira valorização sobre o dólar, após o banco central chinês fixar a taxa de paridade central dólar-yuan no mais baixo nível em dez meses. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8256 yuans, de 6,8258 yuans do fechamento de terça-feira.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, apresentou leve alta, na quarta sessão seguida de ganhos, com suporte dos balanços corporativos. O índice Taiwan Weighted subiu 0,4% e encerrou aos 8.121,78 pontos, na maior pontuação em dez semanas.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou novamente estável, com o declínio na realização de lucros nas ações de tecnologia e montadoras e os ganhos em recursos naturais. O índice Kospi fechou em 1.726,60 pontos.

Na Bolsa de Sidney, na Austrália, as ações fecharam no patamar mais alto dos últimos 18 meses com as notícias das atividades corporativas. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,2% e fechou aos 4.960,9 pontos.

Na Bolsa de Manila, nas Filipinas, o índice PSE fechou em alta de 0,5% e chegou a 3.270,37 pontos, o maior nível desde fevereiro de 2008.

A Bolsa de Cingapura fechou em alta em linhas com a maioria dos mercados asiáticos e devido a robustos volumes de negociações especialmente em ações de pequena capitalização, com analistas dizendo esperar sinais de recuperação da economia para dar suporte ao mercado nas próxima sessões. O índice Straits Times avançou 0,4% e fechou aos 2.988,10 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 0,6% e fechou aos 2.898,58 pontos, liderado por compras de estrangeiros em papéis seletivos de bancos, companhias de consumo e ações relacionadas ao setor de construção. Os ganhos nos demais mercados asiáticos também ajudaram a elevar o sentimento.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, ganhou 0,6% e fechou aos 812,63 pontos, com fortes negociações de papéis de pesos pesados de energia e bancos liderando os ganhos. Contínuos fluxos de capital e os ganhos na maioria dos mercados regionais impulsionaram o sentimento.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, ficou quase na estabilidade, com alta de 0,1%, fechando aos 1.345,09 pontos, depois de ter ficado no território negativo a maior parte do dia. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.