A recuperação em Wall Street se refletiu de forma modesta nos pregões da região, que reagiram a fatores locais

selo

Os mercados asiáticos fecharam sem sinal definido nesta quinta-feira. A recuperação em Wall Street se refletiu de forma modesta nos pregões da região, que reagiram a fatores locais. 

A Bolsa de Hong Kong caiu pela quinta sessão seguida. O desapontamento dos investidores com os resultados do primeiro semestre da China Life Insurance pesou no mercado. O índice Hang Seng caiu 22,92 pontos, ou 0,1%, e terminou aos 20.612,06 pontos, no pior fechamento desde 22 de julho. 

As Bolsas da China fecharam em ligeira alta, após caírem 2% nos pregões anteriores. O resultado positivo foi liderado pelas mineradoras de carvão, após Pequim reiterar que pretende consolidar o setor. O índice Xangai Composto subiu 0,3% e encerrou aos 2.603,48 pontos. O índice Shenzhen Composto avançou 0,7% e terminou aos 1.119,00 pontos. 

O yuan se desvalorizou em relação ao dólar por conta da demanda pela moeda norte-americana, após o Banco do Povo da China elevar a taxa de paridade central dólar-yuan. A realização de lucros, contudo, limitou o declínio da unidade chinesa. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,7998 yuans, levemente acima do fechamento de quarta-feira, que foi de 6,7986 yuans. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,8007 yuans, de 6,8041 yuans de ontem.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan encerrou o dia em baixa, na menor pontuação em um mês. A quinta-feira marcou a terceira sessão consecutiva negativa, com os investidores realizando lucros. O índice Taiwan Weighted recuou 0,6% e fechou aos 7.689,74 pontos. 

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou em baixa pela quinta sessão seguida, influenciada pelas persistentes preocupações sobre o crescimento econômico global. O índice Kospi caiu 0,3% e terminou aos 1.729,77 pontos. 

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 teve alta de 0,8% e encerrou aos 4.356,0 pontos, depois de ter caído por quatro sessões seguidas. 

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila fechou com ganho de 1,2%, terminando aos 3.595,58 pontos. 

A Bolsa de Cingapura terminou estável, uma vez que os investidores permanecem cautelosos quanto às condições da economia global, seguindo outra série de dados fracos do mercado americano. O índice Straits Times recuou 0,02% e fechou aos 2.925,87 pontos. 

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, ganhou 0,2% e fechou aos 3.145,14 pontos em volume moderado na expectativa de fortes resultados das corporações no terceiro trimestre, enquanto ganhos nos mercados regionais elevaram o sentimento. 

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, teve alta de 0,2% e fechou aos 886,10 pontos, com fluxo de investidores estrangeiros, mas com os ganhos contidos por realizações lucros em papeis de bancos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,8% e fechou aos 1.408,00 pontos, apoiado por resultados corporativos otimistas e ganhos nos demais mercados regionais. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.