Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Bolsas asiáticas têm queda por conta da Europa

Uma das exceções foi a China, que reagiu à presença de investidores em busca de ofertas de ocasião

AE |

As preocupações sobre a crise na zona do euro voltaram a afetar a maioria dos mercados da Ásia nesta quarta-feira. Uma das exceções foi a China, que reagiu à presença de investidores em busca de ofertas de ocasião.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, ficou fechada por causa de eleições locais.

A Bolsa de Tóquio fechou em queda, com a realização de lucros que se seguiu à forte alta observada na sessão da manhã, ante a notícia da renúncia do primeiro-ministro Yukio Hatoyama. O índice Nikkei 225 terminou em baixa de 108,59 pontos, ou 1,1%, e fechou aos 9.603,24 pontos.

Na Bolsa de Hong Kong, os investidores andaram de lado. O índice Hang Seng caiu 25,15 pontos, ou 0,1%, e terminou aos 19.471,80 pontos.

As bolsas da China apresentaram alta, lideradas pelos ganhos nos setores imobiliário e automotivo, após as recentes perdas. O índice Xangai Composto subiu 0,1% e encerrou aos 2.571,42 pontos. O índice Shenzhen Composto ganhou 1,5% e terminou aos 1.031,41 pontos.

O yuan fechou estável ante o dólar, após permanecer o dia em baixa, depois que, à tarde, a taxa de paridade central dólar-yuan teve pouca variação. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8299 yuans, de 6,8302 yuans do fechamento de terça-feira. A taxa de paridade central foi fixada em 6,8281 yuans, com leve alteração diante de ontem, aos 6,8279 yuans.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, teve nova queda no embalo dos demais mercados da região. O índice Taiwan Weighted caiu 1,3% e fechou aos 7.195,71 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou em queda pelo terceiro dia seguido. O mau desempenho dos mercados externos pesou mais do que a divulgação de um crescimento do PIB maior do que o esperado. O índice S&P/ASX 200 baixou 0,7% e fechou aos 4.381,0 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila ganhou 0,7% e terminou aos 3.289,56 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve alta, uma vez que os investidores tomaram as recentes baixas de preços como oportunidades para comprar papéis baratos, embora mais ganhos são esperados, porém limitados por conta de incertezas econômicas e políticas globais. O índice Straits Times subiu 0,5% e fechou aos 2.727,57 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 0,1% e fechou aos 2.728,53 pontos, de queda de 2,6% ontem, mas maiores altas parecem depender do apetite global por risco, disseram traders.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, subiu 1,2% e fechou aos 749,68 pontos, recuperando parte da baixa de 1,3% de ontem.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 0,5% e fechou aos 1.276,02 pontos, em dia em que investidores ficaram de lado por conta de ausência de fatores de estímulo. As informações são da Dow Jones.
 

Leia tudo sobre: bolsasmercadosÁsia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG