Na China, mercados de ações sofreram com a perspectiva de o governo limitar os empréstimos no setor bancário

selo

Os mercados da Ásia fecharam sem tendência definida nesta segunda-feira. Algumas bolsas tiveram influência de fatores locais. Outras foram influenciadas pelas preocupações sobre Pequim adotar medidas adicionais de aperto monetário. A Bolsa de Tóquio não operou devido a um feriado.

Este foi o caso da Bolsa de Hong Kong, que apresentou estabilidade - alguns investidores andaram de lado, à espera do encontro de terça-feira do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). O índice Hang Seng subiu apenas 6,48 pontos, ou 0,03%, e terminou aos 21.977,34 pontos.

Já as Bolsas da China sofreram com a perspectiva de o governo limitar os empréstimos no setor bancário, às vésperas do feriado nacional de três dias. O índice Xangai Composto perdeu 0,4% e terminou aos 2.588,71 pontos, o pior fechamento desde 12 de agosto. O índice Shenzhen Composto caiu 1,1% e encerrou aos 1.144,28 pontos.

O yuan atingiu nova valorização histórica em relação ao dólar, após o Banco Central chinês fixar a taxa de paridade central dólar-yuan (6,7172 yuans para 6,7110 yuans) no sétimo recorde consecutivo de baixa. Isso provocou uma pesada demanda pela moeda chinesa por parte dos clientes dos bancos. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,7143 yuans, de 6,7235 yuans do fechamento de sexta-feira.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, encerrou em alta, impulsionada pelas ações de empresas químicas, que lideraram os ganhos. O índice Taiwan Weighted subiu 0,4% e fechou aos 8.186,96 pontos.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou na maior pontuação em dois anos, influenciada pelas fortes compras por parte de investidores estrangeiros e pela redução das preocupações sobre a economia mundial. Também surtiu efeito positivo a expectativa de fortes ganhos no terceiro trimestre. O índice Kospi subiu 0,3% e fechou aos 1.832,63 pontos.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, fechou em queda, mas foi amparada pela valorização do dólar australiano e por declarações otimistas dadas pelo presidente do Reserve Bank of Australia (RBA, banco central), Glenn Stevens. O índice S&P/ASX 200 recuou 0,2% e terminou aos 4.631,3 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila fechou com alta de 1,86%, encerrando aos 4.053,32 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve ligeira uma vez que os investidores trocaram sua atenção das blue chips para as ações de menor capitalização, com os traders relutantes em tomar novas posições antes do encontro de política monetária do Fed esta semana. O índice Straits Times teve alta de 0,2% e fechou aos 3.080,98 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, teve baixa de 0,4% e fechou aos 3.345,22 pontos, uma vez que os investidores realizaram lucros em papeis de bancos e relacionados a produtos de consumo depois de fortes ganhos recentes.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, teve baixa de 0,1% e fechou aos 923,06 pontos, em meio a moderadas negociações uma vez que os investidores estão esperando novos estímulos para direcionar o mercado.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,2% e fechou aos 1.469,69 pontos, com compras de papeis ligados a infraestrutura e construção - por conta de expectativas de mais contratos do governo em projetos de infraestrutura. As informações são da Dow Jones .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.