Tamanho do texto

Mercados acompanharam bom desempenho em Nova York e no Japão

selo

A maioria dos mercados da Ásia apresentou números positivos nesta quarta-feira. Os bons resultados em Wall Street e no Japão animaram os investidores.

A Bolsa de Hong Kong foi impulsionada pelas empresas relacionadas à China, com o crescimento da atividade manufatureira chinesa emprestando suporte ao mercado. Também houve contribuição do segmento imobiliário. O índice Hang Seng subiu 268,72 pontos, ou 1,2%, e terminou aos 22.378,67 pontos.

Já a Bolsa de Xangai, na China, fechou estável. Os ganhos nas companhias de metais, por causa da alta no preço das commodities, acabaram ofuscados pelas preocupações sobre medidas adicionais de aperto no mercado imobiliário. O índice Xangai Composto caiu apenas 0,03% e terminou aos 2.610,68 pontos. Já o índice Shenzhen Composto baixou 1,2% e encerrou aos 1.149,69 pontos.

O yuan teve a décima segunda sessão seguida de valorização histórica em relação ao dólar, alavancado pelo fortalecimento do euro sobre a moeda americana e pela nova baixa recorde na taxa de paridade central dólar-yuan (6,7051 yuans para 6,6936 yuans). No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,6868 yuans, de 6,6906 yuans do fechamento de terça-feira.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou o dia na maior pontuação em oito meses, influenciada pelos ganhos no mercado norte-americano. O índice Taiwan Weighted subiu 0,6% e fechou aos 8.240,89 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou em alta, no maior índice registrado em quase dois anos e meio e com investidores estrangeiros apressando-se para comprar ações do setor de tecnologia. O índice Kospi subiu 0,6% e encerrou aos 1.866,45 pontos.

Na Bolsa de Sydney, na Austrália, o índice S&P/ASX 200 virou para baixo com as realizações de lucros no final do pregão e teve queda de 0,5%, fechando aos 4.645,00 pontos.

As realizações de lucros também levaram o índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, a terminar em baixa de 0,3%, encerrando aos 4.111,05 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou alta, em linha com outros mercados asiáticos, uma vez que os investidores recuperaram suas perdas de terça, ajudados pelo aumento das expectativas de novo estímulo econômico nos EUA. O índice Straits Times subiu 0,3% e fechou aos 3.106,03 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, teve alta de 0,7% e fechou aos 3.495,46 pontos, em novo recorde de alta, liderada por ganhos em papeis de telecomunicações e relacionadas a produtos de consumo.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, ganhou 1,1% e fechou aos 969,65 pontos, com o fluxo dos fundos garantindo suporte, indo na contramão das demais bolsas regionais devido à força da economia.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,1% e fechou aos 1.461,78 pontos, na ausência de fatos que estimulassem maiores negócios. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.