Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Bolsas asiáticas fecham em alta; Xangai ganha 0,4%

Notícias nos setores imobiliário e bancário animaram os investidores e impulsionaram os negócios na região

AE |

selo

Os mercados da Ásia, com exceção de Taiwan, fecharam novamente no campo positivo nesta terça-feira. Boas notícias nos setores imobiliário e bancário impulsionaram os pregões. Não houve negociações na Bolsa de Jacarta, na Indonésia, por ser feriado.

A Bolsa de Hong Kong fechou novamente em ligeira alta. Os leilões de terrenos acima das expectativas ajudaram as imobiliárias a se recuperarem do declínio da véspera, motivado pelos últimos movimentos do governo para conter a disparada nos preços do setor. O Hang Seng subiu 25,31 pontos, ou 0,1%, e terminou aos 21.137,43 pontos.

Na China, as Bolsas também tiveram leves altas. Os pregões foram liderados pelas imobiliárias com sede em Xangai, após uma reportagem informar que a venda de casas novas disparou na semana passada. Já os médios bancos se beneficiaram com as expectativas de que China Everbright Bank irá ter modestos ganhos em sua estreia de amanhã. O índice Xangai Composto ganhou 0,4% e encerrou aos 2.671,89 pontos. O índice Shenzhen Composto subiu 0,9% e terminou aos 1.138,09 pontos.

Após cinco sessões de baixa, o yuan se valorizou em relação ao dólar, beneficiado pela alta do euro e a fixação de uma taxa de paridade central dólar-yuan bem menor. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,7921 yuans, abaixo do fechamento de segunda-feira, que foi de 6,8082 yuans.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em leve baixa, influenciada pela realização de lucros e pela demanda fraca por ações do setor de tecnologia. O índice Taiwan Weighted recuou 0,1% e fechou aos 7.931.09 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul encerrou em alta, recuperando-se das perdas anteriores. Os investidores locais atuaram como caçadores de pechinchas após as recentes quedas. O índice Kospi subiu 0,7%, aos 1.755,03 pontos.

Pelo quarto dia consecutivo, a Bolsa de Sidney, na Austrália, fechou em melhor situação do que as de Nova York. Depois de alguma fraqueza inicial, o mercado ganhou sustentação com os papéis dos grandes bancos e das mineradoras. O índice S&P/ASX 200 fechou em alta de 0,9%, terminando aos 4.477,0 pontos.

Nas Filipinas, bons resultados corporativos ajudaram o índice PSE da Bolsa de Manila a ter alta de 0,7%, fechando aos 3.502,25 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou em baixa porque os investidores permanecem nervosos sobre a saúde da economia global e o caminho de sua recuperação. O índice Straits Times caiu 0,3% e fechou aos 2.923,36 pontos.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, avançou 0,6% e fechou aos 865,78 pontos, em linha com a maioria dos mercados regionais, uma vez que os resultados do segundo trimestre deixaram o mercado esperando nova inspiração.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,6% e fechou aos 1.378,47 pontos, maior alta em 30 meses, com sentimento positivo dado os bons resultados corporativos. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: Bolsa de valoresmercado de açõesÁsia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG