Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Bolsas asiáticas encerram pregão em alta

Lançamento de um novo índice futuro de ações na China, para 16 de abril, alavancou os ganhos nas bolsas nesta segunda-feira

Agência Estado |

A maioria dos mercados da Ásia fechou no campo positivo nesta segunda-feira. O lançamento de um novo índice futuro de ações na China, para 16 de abril, alavancou os ganhos nas bolsas da região, com as expectativas de aumento na demanda por blue chips.

Este foi o caso da Bolsa de Hong Kong, que seguiu o rali de Xangai. O índice Hang Seng subiu 184,32 pontos, ou 0,9%, e terminou aos 21.237,43.

Os papéis do setor financeiro lideraram os ganhos nas Bolsas da China, que atingiram a maior alta em mais de dois meses. O índice Xangai Composto ganhou 2,1% e encerrou aos 3.123,80 pontos, o maior fechamento desde 22 de janeiro. O Shenzhen Composto subiu 1,2% e terminou aos 1.200,98 pontos.

A demanda por parte dos exportadores devido ao fim do mês e a desvalorização do dólar em relação ao euro fizeram o yuan se valorizar sobre a moeda norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8264 yuans, de 6,8270 yuans do fechamento de sexta-feira.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, apresentou o melhor resultado desde 21 de janeiro. O índice Taiwan Weighted subiu 0,9% e encerrou aos 7.947,45 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou no terreno negativo em meio à cautela ante a inexplicada explosão que afundou um navio militar sul-coreano na sexta-feira, próximo à tensa fronteira marítima com a Coreia do Norte. Os investidores estrangeiros, porém, mantiveram sua onda de compras pela 12ª sessão consecutiva. O índice Kospi recuou 0,3% e fechou aos 1.691,99 pontos.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, fechou sem tendência definida ante a iminente divulgação de dados econômicos dos EUA e a proximidade do feriado da Páscoa. O índice S&P/ASX 200 avançou apenas 0,01% e fechou aos 4.897,27 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila teve baixa de 0,09% e fechou aos 3.177,56 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve alta, ajudada pelo firme desempenho dos demais mercados regionais e pelo fechamento positivo dos futuros nos EUA, embora o volume permaneça pequeno, sugerindo que a bolsa local deve ter problemas de fazer novas altas no curto prazo. O índice Straits Times ganhou 0,8% e fechou aos 2.929,14 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, recuou 0,7% e fechou aos 2.794,77 pontos, devido a realizações de lucros em papéis de bancos, telecomunicações e setor automotivo após recente rali e à ausência de novidades que afetassem os negócios.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, caiu 1% e fechou aos 771,40 pontos, terceiro dia seguido de declínio, uma vez que investidores de varejo descarregaram ações na expectativa de que fluxos de fundos estrangeiros começarão a diminuir.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,3% e fechou aos 1.319,21 pontos, com ganhos generalizados liderados por papéis do setor de incorporação imobiliária. Compras também foram efetuadas na expectativa de conferência de investidores da Malásia, amanhã, quando o primeiro-ministro Najib Razak deverá falar sobre o novo modelo econômico. As informações são da Dow Jones
 

Leia tudo sobre: Bolsas AsiáticasmercadosÁsia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG