Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Bolsa sobe no dia, mas perde 0,21% na semana

O Ibovespa fechou em alta de 0,35% nesta sexta-feira, após um pregão bastante volátil. O dólar subiu 1% e fechou a R$ 1,83

iG |

O Ibovespa fechou em alta de 0,35% nesta sexta-feira, após um pregão bastante volátil. A Bovespa foi empurrada para cima pelas notícias e indicadores externos e, para baixo, pela manutenção das ações da Petrobras em território negativo. Os papéis preferenciais da petrolífera tiveram a quinta maior queda da sessão, ao recuar 1,76%. As ações ordinárias fecharam em baixa de 0,66%.O principal índice da Bolsa fechou em 68.682 pontos.

A alta desta sexta-feira não foi suficiente para que o Ibovespa terminasse a semana positivo. O índice acumulou queda de 0,21% de segunda a sexta.

Ontem, o mercado acionário brasileiro recuou para 68.441 pontos, com giro financeiro de R$ 5,477 bilhões. Na semana, o Ibovespa acumulava perda de 0,56% e, no mês, subia 2,91%. No ano, entretanto, o índice voltou a cair, 0,21%.

Câmbio

No mercado cambial, o dólar fechou em alta de 1,1% nesta sexta-feira, confirmando a tendência dos dois últimos pregões. A moeda norte-americana terminou a sexta-feira negociada a R$ 1,830 para venda. Ontem, o dólar havia subido 0,44%, a R$ 1,810. Na semana, a alta foi de 1,7%.

Estados Unidos

Os principais índices de Wall Street fecharam sem rumo comum, depois de maior parte do dia em território positivo. Influenciou o humor dos mercados no fim da sessão a notícia de que um navio sul-coreano afundou próximo à fronteira marítima com a Coreia do Norte. Havia suspeitas de que o navio, que sofreu uma explosão, teria sido atacado por um ataque do governo de Pyongyang.

Já o tom positivo da sessão veio do acordo fechado entre a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Nicolas Sarkozy para estabelecer um mecanismo que permite ajudar a Grécia financeiramente. A fórmula escolhida prevê a intervenção do Fundo Monetário Internacional (FMI) e empréstimos bilaterais dos Estados da zona do euro.

Os investidores receberam ainda os dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos, que registrou crescimento a uma taxa anualizada de 5,6% entre outubro e dezembro do ano passado, pouco menor do que os 5,9% estimados anteriormente para o período.

Europa

As bolsas europeias fecharam no terreno negativo, devolvendo parte dos ganhos da semana. Os investidores absorveram nesta sexta-feira os detalhes do plano de ajuda da União Europeia à Grécia. Também repercutiu mal a notícia sobre o declínio de 7,1% no Produto Interno Bruto (PIB) da Irlanda, novo recorde de baixa para o país. O recuo segue as contrações de 2,3% no quarto trimestre, ante o trimestre anterior, e de 0,1% no terceiro trimestre, na mesma base de comparação.

Ásia

As principais bolsas asiáticas encerraram a sessão desta sexta-feira com ganhos. Apesar do clima de cautela, alguns agentes se mostraram otimistas após líderes europeus chegarem a um acordo para ajudar a Grécia. O acerto prevê a intervenção do Fundo Monetário Internacional (FMI) e empréstimos bilaterais dos Estados da zona do euro.

Diante deste quadro, os investidores seguiram o movimento do iene e do euro ante o dólar. Em Tóquio, o índice Nikkei 225 subiu 1,55%, para 10.996 pontos. O Kospi, de Seul, aumentou 0,55%, somando 1.697 pontos. O Shanghai Composite, de Xangai, avançou 1,34%, para 3.059 pontos. O Hang Seng, de Hong Kong, teve elevação de 1,32%, aos 21.053 pontos.

 (com Valor Online e Agência Estado)

Leia tudo sobre: Bolsa de ValoresBovespaaçõesdólar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG