Após abrir em queda e operar com volatilidade nesta quinta-feira, a Bolsa de Valores de São Paulo fechou em alta de 0,82%. O Ibovespa terminou a sessão cotado em 67.836 pontos e o volume financeiro do mercado foi de R$ 5,8 bilhões.

A praça paulista segue os índices em Wall Street, que rumam para o terceiro dia seguido de valorização, com os agentes passando por cima de dados econômicos pouco animadores como alta na inflação no atacado e maior demanda por seguro-desemprego. Às 18h08, o Dow Jones ganhava 0,71% e o Nasdaq subia 0,63%.

Ainda na agenda americana, os dados com viés mais positivos foram o índice de indicadores antecedentes, que registrou elevação no mês passado, e o índice de atividade do Federal Reserve (Fed) da Filadélfia, que saiu de 15,2 em janeiro para 17,6 em fevereiro.

Contribuindo para os ganhos na Bovespa, o barril de WTI firmou alta retomando a linha dos US$ 78 o barril. A demanda pela commodity cresceu e foi registrado um recuo nos estoques de destilados nos EUA.

Europa

As bolsas europeias encerraram o pregão de hoje em alta modesta, impulsionadas pelo sentimento econômico positivo dos EUA e pelas notícias sobre o pagamento de dividendos das companhias com a divulgação de um conjunto desigual de balanços pela ABB, BAE Systems, Daimler e Société Générale. O euro fechou em queda ante o dólar em uma sessão volátil, enquanto os preços do petróleo subiram e os do ouro abrandaram.

Ásia

A maioria dos  mercados asiáticos fechou no campo negativo nesta quinta-feira. A realização de lucros por parte dos investidores teve mais influência do que os dados favoráveis anunciados nos Estados Unidos e a alta das bolsas de Nova York.

Não houve negociações na China e em Taiwan por causa do feriado do ano novo lunar.


Na Bolsa de Hong Kong, após uma alta acumulada de 5% nas sessões anteriores, o índice Hang Seng caiu 111,86 pontos, ou 0,5%, e terminou aos 20.422,15 pontos.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul perdeu 0,4% e fechou aos 1.621,19 pontos.

Dólar


O dólar não sustentou a trajetória de alta no início do pregão e encerrou os negócios desta quinta-feira em queda. A moeda norte-americana recuou 0,55% e terminou cotada a R$ 1,822 para venda, em desvalorização frente ao real pelo segundo dia consecutivo.

(*Com informações da Agência Estado e do Valor Online)

Leia mais sobre: mercados

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.