Durante evento de aniversário da Bolsa, Edemir Pinto diz que aportes na área somarão R$ 700 milhões até o final do ano que vem

A BM&FBovespa vai investir R$ 200 milhões em tecnologia da informação em 2011, disse nesta segunda-feira Edemir Pinto, diretor-presidente da instituição, durante o evento de comemoração dos 120 anos da Bovespa . O montante dará continuidade aos investimentos já feitos em 2009 e em 2010 para modernizar sistemas de tecnologia. No total, serão R$ 700 milhões até o final do ano que vem, segundo Edemir.

Os aportes permitirão a ampliação da capacidade e da velocidade dos negócios, o que contribui para que a Bolsa atinja seus objetivos tanto no mercado brasileiro como no exterior. “Esses investimentos nos colocam no caminho para sermos uma das poucas Bolsas mistas (que operam tanto derivativos como ações) do mundo verticalmente integradas”, afirma ele.

Entre os frutos dos investimentos já realizados em tecnologia, está o Acesso Direto ao Mercado (DMA, na sigla em inglês) para grandes investidores do segmento Bovespa, que tem lançamento previsto para setembro.

Mais terminais

A internacionalização da BM&FBovespa foi destacada por Edemir como um dos marcos do ano. “Este aniversário marca a consolidação de nossa inserção global. Neste momento, temos uma série de projetos de produtos para a atração de investidores, inclusive no varejo internacional, como asiáticos, europeus e sul-americanos”, afirmou o diretor-presidente da Bolsa.

Segundo Edemir, entre os projetos está o aumento do número de terminais de consulta da BM&FBovespa no exterior, que atualmente são 70 mil, para cerca de 350 mil. “Vamos multiplicar o número atual por cinco em dois anos”, afirma. As telas mostram aos investidores e corretoras os produtos oferecidos pela Bolsa brasileira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.