Tamanho do texto

Clima de incerteza permaneceu entre os investidores da região

O discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke , na tarde de quarta-feira desestimulou os negócios nos mercados asiáticos. Com isso, grande partes das bolsas da região fechou nesta quinta-feira no vermelho. No Japão, o índice Nikkei 225, da bolsa de Tóquio, caiu 0,62%, para 9.220,88 pontos, enquanto em Taipé, o índice Taiwan Taiex recuou 0,45%, para 7.666,34 pontos.

O índice Kospi, da bolsa de Seul, se desvalorizou em 0,76%, aos 1.735,53 pontos e, na Austrália, o S & P/ASX 200, da bolsa de Sydney, teve 0,73% de perda, aos 2.981,36 pontos. Bernanke provocou desconforto no mercado ao afirmar que a perspectiva para a economia americana é "atipicamente incerta". Embora o presidente do Fed tenha assegurado que a autoridade monetária está pronta para agir, caso seja necessário, o clima de incerteza permaneceu entre os investidores.

Já na China, a valorização dos metais no mercado internacional e os ganhos do setor imobiliário sustentaram as bolsas em campo positivo. O índice Shanghai Composite, da bolsa de Xangai, avançou 1,07%, para 2.562,41 pontos, enquanto o índice Hang Seng, da bolsa de Hong Kong, subiu 0,50%, para 20.589,70 pontos. (Francine De Lorenzo | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.