Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

BCE: testes mostram resiliência dos bancos europeus

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Vítor Manuel Ribeiro Constâncio, disse que os resultados dos testes de estresse aplicados sobre os 91 principais bancos da União Europeia demonstram a resiliência das instituições financeiras do bloco

AE |

selo

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Vítor Manuel Ribeiro Constâncio, disse que os resultados dos testes de estresse aplicados sobre os 91 principais bancos da União Europeia demonstram a resiliência das instituições financeiras do bloco. Ele afirmou que não foram inclusos na avaliação itens relacionados a um potencial default (calote) soberano europeu porque as autoridades "não acreditam que haverá o default de um país".

Durante uma entrevista coletiva concedida após a publicação dos resultados, Constâncio disse que a avaliação levou em conta um cenário "realmente estressante" e "implicou um teste substancial e severo tanto em termos financeiros quanto macroeconômicos".

Segundo o Comitê de Supervisores Bancários Europeus (CEBS, na sigla em inglês), os testes tentaram determinar se os bancos avaliados conseguiriam deter uma taxa de capital Tier 1 de 6% dentro de dois cenários estipulados pelas autoridades. O cenário mais adverso previa uma queda de 3 pontos porcentuais no Produto Interno Bruto (PIB) na União Europeia durante os próximos 18 meses, efetivamente implicando em uma modesta dupla recessão e em um renovado surto de volatilidade nos mercados de bônus dos governos.

"Há uma probabilidade muito baixa (desses cenários ocorrerem), o que significa que eles são de fato severos", afirmou Constâncio. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: ECONOMICO-ECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG