Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Banco espanhol exige venda rápida de instituições inviáveis a rivais

MADRI, 12 de março (Reuters) - O presidente do banco espanhol BBVA, Francisco González, disse nesta sexta-feira que é preciso reestruturar as entidades deficitárias para que estas sejam logo vendidas a rivais em melhor situação financeira. Existem diversas entidades que se beneficiaram de importantes ajudas públicas como consequência de seus próprios erros. Esses fundos dos contribuintes estão competindo em vantagem ante as poucas entidades, como o BBVA, que não cometeram erros e não precisaram de tais ajudas, disse Gonzáles em reunião de acionistas do banco.

Reuters |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561694824&_c_=MiGComponente_C

"Por isso, é importante que as entidades inviáveis sem ajuda pública sejam reestruturadas o quanto antes e transferidas aos agentes privados mais sólidos", acrescentou.

Posteriormente, o conselheiro do banco, Angel Cano, disse que o BBVA aproveitará as oportunidades que surjam no processo de reestruturação do sistema financeiro doméstico.

"De frente para o futuro, o setor vai passar por um importante processo de reestruturação e neste cenário nossa solidez na Espanha nos permitirá aproveitar as oportunidades desse processo", afirmou.

Leia mais sobre: bancos

Leia tudo sobre: bancosbbvaespanha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG