País segue mostrando sinais de moderada recuperação, mas ainda enfrenta o desafio de superar a deflação; taxa é mantida desde 2008

O Banco do Japão (BOJ) encerrou nesta terça-feira sua reunião mensal de dois dias com a decisão de manter as taxas de juros em 0,1%, mantidas desde dezembro de 2008, e sem variar sua avaliação da economia.

Segundo a avaliação do BOJ ao término da reunião, a economia japonesa segue mostrando "novos sinais de moderada recuperação", mas ainda enfrenta o "desafio crítico" de superar a deflação e voltar ao crescimento estável. Além disso, o BOJ indicou que "atuará a tempo e de maneira apropriada se for necessário" e examinará de cuidadosamente as perspectivas da atividade econômica e os preços para evitar riscos.

Esta reunião do comitê de política monetária do Banco Central japonês acontece depois do encontro extraordinário do fim de agosto, quando a entidade decidiu aumentar um programa de créditos a entidades financeiras perante as altas do iene em comparação com o dólar e o euro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.