Tóquio - O Banco do Japão (BOJ) manteve a taxa de juros em 0,1% e adiou a decisão sobre uma eventual extensão das medidas extraordinárias para fornecer liquidez ao mercado.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237577121576&_c_=MiGComponente_C

Após uma reunião de dois dias, o Conselho de Governadores da instituição decidiu hoje, de forma unânime, manter em 0,1% a taxa de juros, que tinha sido rebaixada de 0,3% em dezembro para tentar estimular a economia japonesa.

No entanto, não tomou nenhuma decisão sobre o destino de seu programa de compra aos bancos de dívida empresarial, que expira dia 31 de dezembro, informou a agência local "Kyodo".

Anteriormente o banco tinha assinalado que as condições de liquidez do mercado tinham melhorado e se levantou a possibilidade de pôr fim ao programa quando vencesse o prazo.

Os analistas apontam agora a que a decisão deve ser tomada na próxima reunião, em novembro.

A segunda economia mundial saiu da recessão no segundo trimestre deste ano, com um crescimento do Produto Interno Bruto em 3,7% a ritmo anual.

Leia mais sobre: Japão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.