SÃO PAULO - A Petrobras contratou o Banco do Brasil (BB) como coordenador de varejo no Brasil da oferta pública de ações, estimada em US$ 25 bilhões.

SÃO PAULO - A Petrobras contratou o Banco do Brasil (BB) como coordenador de varejo no Brasil da oferta pública de ações, estimada em US$ 25 bilhões. Além de bancar futuros investimentos, os recursos levantados serão usados no pagamento à União pela cessão de áreas do pré-sal para a exploração e produção de até 5 bilhões de barris de petróleo, cujo projeto já foi aprovado pelo Senado e pela Câmara. A estatal já havia anunciado os bancos Bank of America Merrill Lynch, Bradesco BBI, Citigroup, Itaú-BBA, Morgan Stanley e Santander como coordenadores globais da oferta. À espera da sanção presidencial do projeto, a Petrobras disse hoje que continuará a negociação com o governo federal sobre o valor dos barris envolvidos na cessão onerosa, o que definirá o montante da capitalização. (Eduardo Laguna | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.