Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Banco do Brasil amplia limite de crédito a pessoa física em R$ 8,2 bilhões

O Banco do Brasil (BB) voltou a ampliar os limites de crédito para os clientes pessoas físicas. Dessa vez, a oferta será elevada em R$ 8,2 bilhões e beneficiará 1,7 milhão de correntistas.

Agência Estado |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561732958&_c_=MiGComponente_C

Segundo a instituição financeira, essa ampliação foi possível devido a uma melhoria na gestão do cadastro, o que permitirá elevação ou reativação de limites.

De acordo com o vice-presidente de Crédito, Controladoria e Risco Global do BB, Ricardo Flores, essa melhora na gestão leva em conta o perfil de risco dos clientes. São beneficiados com os aumentos dos limites aqueles com bom histórico de pagamento e propensão para o consumo. "É o nosso cadastro positivo interno. Os resultados das medidas anteriores mostram que essa estratégia tem sido vencedora, pois conseguimos fazer que nossa carteira crescesse nas operações com melhores riscos", disse Flores, em nota do BB.

A ampliação anunciada nesta segunda se soma a três outras realizadas no ano passado. Elas foram feitas com o objetivo de estimular o consumo no momento em que o governo temia um arrefecimento maior da economia como consequência da crise externa. Em maio de 2009, o limite foi ampliado em R$ 13 bilhões para 10 milhões de clientes.

Em setembro, um novo ajuste na gestão do cadastro permitiu R$ 12,7 bilhões em limites nas operações concedidas ao consumidor diretamente por estabelecimentos comerciais conveniados. Além disso, 1,2 milhão de clientes tiveram os limites dos cartões de crédito e operações de crédito direto ao consumidor (CDC) ampliados em R$ 5 bilhões.

O BB estima que entre maio e dezembro de 2009 os clientes que tiveram os limites ampliados contrataram R$ 5 bilhões em operações de crédito. Ao final do ano passado, a carteira de crédito total do banco público era de R$ 321,7 bilhões, valor 28,4% superior ao registrado em 2008. O financiamento ao consumo chegou a R$ 91,8 bilhões, o que representa uma expansão de 88,1%.

Leia mais sobre: Banco do Brasil

Leia tudo sobre: banco do brasilbancoscrédito

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG