Tamanho do texto

Após valorização de 4,4% nas duas últimas sessões, o Ibovespa recuou para os 66.805 pontos; ações da Petrobras subiram mais de 2%

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda de 0,39% nesta quinta-feira, após dois dias de ganhos em que havia acumulado alta de 4,4%. Por um lado, as ações da Petrobras pesaram positivamente no principal índice de ações da Bovespa, o Ibovespa, por outro, dados do exterior pesaram negativamente.

O Ibovespa encerrou aos 66.805 pontos e teve giro de R$ 5,112 bilhões. Deste total, os papéis  da Petrobras foram cerca de 21%, com R$ 903 milhões. No final do pregão, os preferenciais tinham ganho de 2,44%, para R$ 27,69, enquanto os ordinários subiam 0,35%, para R$ 31,36.

Na noite da última quarta-feira, a estatal revelou que o preço médio da cessão onerosa foi calculado em US$ 8,51 por barril. Desta forma, a cessão onerosa de 4,99 bilhões de barris totalizará US$ 42,533 bilhões. Segundo analistas, o valor do barril já era esperado e as indicações de que a oferta será mesmo realizada este ano, talvez em 30 de setembro, trouxe um alívio aos papéis. "O mercado já aguardava algo próximo deste valor, e papel já estava mais do que descontando uma diluição potencial dos acionistas minoritários", afirmou Max Bueno, analista da Spinelli.

EUA

Em Wall Street, as bolsas registram valorização no início desta sessão e, por volta de 17h, o índice Dow Jones subia 0,49%, o S&P 500 avançava 0,91% e o Nasdaq tinha valorização de 1,06%.

O Departamento do Trabalho mostrou nesta manhã uma melhora do setor na última semana. Os novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos somaram 472 mil na semana fechada no dia 28 de agosto, o que representou uma queda de 6 mil em relação à leitura de uma semana antes (478 mil, revista).

Além disso, a instituição revelou que a produtividade do setor não agrícola dos Estados Unidos caiu a uma taxa anualizada de 1,8% no segundo trimestre de 2010. As horas trabalhadas aumentaram 3,5% no período e a produção teve alta de 1,6%. Já os custos do trabalho por unidade no segmento não agrícola subiram 1,1% no trimestre até junho.

(Com agências)

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.