Tamanho do texto

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar teve uma leve queda na última sessão antes do feriado de Corpus Christi, com o mercado aproveitando o bom humor nas bolsas internacionais.

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar teve uma leve queda na última sessão antes do feriado de Corpus Christi, com o mercado aproveitando o bom humor nas bolsas internacionais.

A moeda norte-americana fechou a 1,827 real, com baixa de 0,49 por cento.

O volume de operações registradas na clearing (câmara de compensação) da BM&FBovespa, até poucos minutos antes do fechamento, era de mais de 3 bilhões de dólares.

Enquanto o mercado de câmbio local encerrava as operações, as bolsas subiam mais de 1 por cento no Brasil e nos Estados Unidos por um dado melhor que o esperado no mercado imobiliário norte-americano, em um dia sem notícias negativas da Europa.

"Teve um pouco de fluxo de saída, mas depois disso o mercado parou. Ninguém quer ficar muito exposto por causa do feriado. Geralmente esses dias tem baixa liquidez", disse Marcelo Oliveira, operador da corretora BGC Liquidez.

Outro operador, de um banco de investimento, que preferiu não ser identificado, estimou em cerca de 600 milhões de dólares o volume comprado em uma operação que, segundo ele, ajudou a sustentar a moeda em alta em parte do dia.

Até a semana passada, porém, o ambiente vinha sendo dominado pela entrada de moeda no país. Segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta quarta-feira, o país teve 2,707 bilhões de dólares em fluxo positivo em maio, até 28.

Se o mês acabasse ali, seria o maior saldo desde novembro, mesmo com a turbulência internacional causada pelos problemas com a dívida da Grécia .

No últimos minutos de operações, um problema no sistema GTS da BM&FBovespa voltou a interromper as negócios no mercado futuro de câmbio. Na segunda-feira, uma interrupção parecida deixou o mercado futuro fora do ar por cerca de duas horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.