Bovespa sobe e interrompe sequência de três semanas de queda

Bolsa teve dia de ajuste e fechou em alta de 1,21%, a 59.161 pontos; na semana, valorização foi de 1%

Reuters | - Atualizada às

Reuters

A Bovespa avançou nesta quinta-feira, com investidores aproveitando a melhora de humor nos mercados externos para comprar ações brasileiras após as quedas recentes.

O Ibovespa subiu 1,21%, a 59.161 pontos, após ter chegado a avançar 1,54% na máxima intradiária. O giro financeiro do pregão foi de R$ 6,55 bilhões.

Com isso, o índice encerrou a semana mais curta com alta de 1%, após três quedas semanais consecutivas. O mercado brasileiro ficará fechado na sexta-feira por feriado nacional.

"Na ausência de notícias muito negativas, a Bovespa teve um dia de ajuste após as quedas recentes", disse o gerente de renda variável da H.Commcor Corretora, Ariovaldo Santos, em São Paulo.

MaisAções europeias avançam, impulsionadas por dados dos EUA

Os mercados repercutiram nesta quinta-feira o dado de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos, que mostrou inesperada queda na semana passada para o menor nível em mais de quatro anos e meio.

Mas os índices norte-americanos perderam força à tarde, pressionados por ações de tecnologia e consumo. O Dow Jones recuou 0,14%, S&P 500 fechou quase estável e o referencial de tecnologia Nasdaq caiu 0,08%.

Mais cedo, o principal índice europeu de ações encerrou os negócios em alta de 0,8%.

Por aqui, a preferencial da Petrobras subiu 1,72%, a R$ 22,50, e a da Vale teve alta de 0,98%, a R$ 36,20. OGX avançou 1,25%, a R$ 5,66.

Gafisa liderou os ganhos do índice, disparando 8,5%, a R$ 4,47. Analistas do JP Morgan elevaram para "neutra" a recomendação para as ações da construtora e incorporadora.

TambémDólar fecha quase estável com cautela em véspera de feriado

Segundo Santos, da corretora H.Commcor, a redução da taxa básica de juros brasileira na véspera, para nova mínima histórica de 7,25% ao ano, também ajudou a sustentar ações de construtoras no azul.

Dentre as principais quedas do índice, destaque para a a companhia aérea Gol e para a mineradora MMX, com queda de 4,48% e 3,21%, respectivamente.

Fora do índice, a preferencial da estatal Telebrás disparou 28,59%, ampliando a alta de 52% da véspera, quando foi anunciado acordo para compartilhamento de infraestrutura com a TIM.

Para a semana que vem, operadores avaliam que os vencimentos de opções sobre ações na segunda-feira e sobre índice na quarta-feira podem trazer volatilidade aos negócios na Bovespa.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG