Ações europeias caem após fracas projeções de crescimento para a Ásia

Relatório pessimista sobre as perspectivas para o crescimento asiático afeta o ânimo dos investidores sobre lucros das empresas

Reuters |

Reuters

As ações europeias caíram nesta segunda-feira após um relatório pessimista sobre as perspectivas para o crescimento asiático afetar o sentimento dos investidores sobre lucros das empresas, mantendo os mercados firmemente dentro de uma faixa de negociação estreita.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 fechou com queda de 0,92%, para 1.101 pontos, segundo dados preliminares, anulando grande parte do aumento de 1% da sexta-feira depois de dados melhores do que o esperado sobre o emprego nos Estados Unidos. O mercado tem sido negociado em uma faixa apertada de 25 pontos desde o dia 26 de setembro.

O índice de blue chips da zona do euro Euro STOXX 50 caiu 1,39% para 2.496 pontos.

Preocupações com a economia aumentaram depois que o Banco Mundial cortou a suas projeções do crescimento do leste asiático e da região do Pacífico, informando que uma desaceleração da China --a maior consumidora mundial de matérias-primas brutas-- pode ser maior do que o esperado.

"Estamos entrando na temporada de resultados trimestrais. Estamos entrando em uma das fases tipicamente mais vulneráveis para os mercados acionários", disse o operador-chefe da Tavira Securities, Toby Campbell-Gray, acrescentando, no entanto, que recomendaria a compra de ações em qualquer momento de fraqueza.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,50%, a 5.841 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,44%, para 7.291 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve perdas de 1,46%, a 3.406 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve queda de 1,98%, para 15.562 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 recuou 0,80%, a 7.891 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 cedeu 0,35%, para 5.368 pontos.

(Reportagem de Sudip Kar-Gupta)

Leia tudo sobre: bolsaseuropaempresasásia

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG