Dow Jones Industrial e petróleo do Texas fecham em queda nesta segunda-feira

Em um dia sem anúncio de dados relevantes sobre a economia norte-americana, índices fecham em queda; Dow Jones caiu 0,24% e o petróleo do Texas, 0,63%

EFE |

EFE

Wall Street fechou nesta terça-feira sem uma tendência clara e o índice Dow Jones Industrial, seu principal indicador, caiu 0,24%, até os 13.482,36 pontos, em um pregão instável, no qual não foram anunciados dados macroeconômicos de relevância nos Estados Unidos. Já o seletivo S&P 500 subiu 0,09%, e o índice tecnológico Nasdaq avançou 0,21%. 

O petróleo do Texas caiu nesta terça-feira 0,63% e fechou em US$ 91,89 por barril, na véspera do anúncio das reservas no país. No fechamento da segunda sessão da semana na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do Petróleo Intermediário do Texas (WTI leve) para entrega em novembro, os de mais próximo vencimento, caíram US$ 0,59 em relação ao fechamento de segunda-feira.

Leia também: Nova regra para investidores dos EUA reduzirá aplicações no Brasil 

Os operadores apostaram nas vendas em parte devido à diminuição dos lucros nesta segunda-feira após três sessões consecutivas em alta, quando dados favoráveis do setor manufatureiro americano estimularam os investidores. Também influenciaram na queda do petróleo a ausência de notícias conjunturais nos Estados Unidos e o compasso de espera para o anúncio das reservas da semana passada do produto nos EUA, o que será divulgado amanhã pelo Departamento de Energia. 

A jornada no mercado nova-iorquino também foi marcada pelo aumento dos rumores sobre um pedido de ajuda à União Europeia da Espanha, o que foi negado pelo presidente do Governo do país, Mariano Rajoy. Os contratos de gasolina com vencimento em novembro diminuíram US$ 0,6 e fecharam em US$ 2,86 por galão (3,78 litros), enquanto os de gasóleo para calefação caíram US$ 0,1, até US$ 3,12 por galão. Já os contratos de gás natural com vencimento em novembro somaram US$ 0,5, até US$ 3,53 por cada mil pés cúbicos. 

Leia tudo sobre: dow jonesindústriapetróleoquedaEUA

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG