Bovespa sobe e encosta nos 62 mil pontos

Ibovespa avança 0,96%, a 61.909 pontos, após perder 1,3% nos cinco pregões anteriores

Agência Estado |

Agência Estado

A Bovespa ampliou, perto do fechamento, a alta verificada durante a maior parte do dia, logo após o conclusão da Oferta Pública de Aquisição de Ações Ordinárias da Redecard. Antes, a melhora em Nova York, mais precisamente do índice Dow Jones, tirou a volatilidade do Ibovespa e o ajudou a se firmar em campo positivo - o mesmo não aconteceu com a bolsa norte-americana, que terminou o dia no vermelho. A mudança da direção dos papéis da Petrobras e da Vale - para positivo - também contribuíram para o movimento. O mercado internacional voltou a trazer tensão aos negócios nesta segunda-feira, com Grécia e Espanha no foco das atenções.

Leia mais: Com leve alta, dólar fica em R$ 2,02 pela 6ª sessão

Com isso, o Ibovespa encerrou esta segunda-feira com valorização de 0,96%, aos 61.909,99 pontos. No mês e no ano o ganho acumulado é de 8,50% e 9,08%, respectivamente. Na mínima, o índice atingiu 61.075 pontos (-0,40%) e, na máxima, 61.932 pontos (+1,00%). O giro financeiro ficou em R$ 17,298 bilhões, sendo R$ 10,464 bilhões referentes a OPA da Redecard. Foram negociadas 298.989.137 ações ordinárias ao preço de R$ 35,00.

Para um experiente profissional, o que explica o avanço da Bolsa na segunda etapa dos negócios foi a OPA da Redecard. Segundo ele, muitos fundos que tinham grande participação da Redecard em carteira venderam os papéis e foram às compras para realocar seus recursos. "Este deslocamento da Bolsa hoje não tem muita explicação, a não ser uma leve disposição dos investidores em ir às compras, já que na semana passada a Bolsa caiu e deixou alguns papéis ainda mais baratos", concluiu.

O papel ON da Redecard encerrou com valorização de 0,69%. Já a ação PN Itaú Unibanco, responsável pela OPA, terminou com alta de 0,33%. O papel ON da concorrente Cielo liderou as quedas do Ibovespa (-3,44%), seguida por Usiminas PNA (-3,12%) e LLX ON (-2,21%).

Entre as blue chips, Petrobras e Vale foram na contramão de seus pares no mercado internacional. O papel ON da petroleira subiu 1,11% e o PN 1,15%. Na Nymex, o contrato da petróleo com vencimento em novembro encerrou com recuo de 1,03%, a US$ 91,93 o barril.

Já a ação ON da mineradora avançou 0,69% e a PNA, +0,38%. Os contratos futuros dos metais básicos fecharam em queda na London Metal Exchange (LME), devido a novas preocupações sobre crise da zona do euro e ao fortalecimento do dólar.

Marfrig ON, Gol PN e OGX ON foram os três principais destaques de alta do Ibovespa, com ganhos de 6,94%, 5,83% e 5,07%, respectivamente.

Em Nova York, o índice Dow Jones perdeu 0,15%, o S&P 500 recuou 0,22% e Nasdaq, -0,60%.

Leia tudo sobre: bovespaitaucardredecard

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG