Ouro atinge nova máxima em quase sete meses

Operadores preveem que o metal subirá mais e alcançará possivelmente um novo recorde antes do fim do ano, se as atuais perspectivas econômicas sombrias persistirem

Agência Estado |

Agência Estado

O ouro à vista atingiu uma nova máxima em quase sete meses, impulsionado por compras técnicas após superar um nível de resistência importante. Os traders estão prevendo agora que o ouro subirá mais e alcançará possivelmente um novo recorde antes do fim do ano, se as atuais perspectivas econômicas sombrias persistirem.

O ouro à vista atingiu uma máxima intradia de US$ 1.787,40 a onça-troy e por volta das 10h55 (pelo horário de Brasília) subia 0,87% operava em US$ 1.783,71 a onça-troy.

Veja também: Ouro supera Bolsa e se torna a melhor aplicação de agosto

O diretor de negociação e vendas físicas da MKS Finance Afshin Nabavi disse que o ouro quebrou o nível de resistência de US$ 1.780,00 a onça-troy e agora deverá testar US$ 1.800,00 a onça-troy, o próximo nível técnico e psicologicamente importante, à medida que os compradores avaliam o anúncio do Federal Reserve (Fed) de uma terceira rodada de relaxamento quantitativo e um enfraquecimento do dólar ante o euro para comprar o metal precioso. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: ECONOMICOECONOMIA

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG