Ações europeias avançam sob impulso de estímulo no Japão

Principal índice de ações da região fechou em alta de 0,4% e acumula avanço de 11% no ano

Reuters |

Reuters

As ações europeias fecharam em alta nesta quarta-feira lideradas pelo setor automotivo, com o Banco do Japão se tornando o mais novo banco central a lançar estímulos para impulsionar a economia.

Leia mais: BC do Japão afrouxa política monetária em meio à desaceleração global

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 0,4%, aos 1.116 pontos, após encerrar com a mesma porcentagem em terreno negativo na véspera.

Veja também: BC da Inglaterra prevê necessidade de mais estímulos à economia

O indicador, que atingiu sua máxima em 14 meses na sexta-feira, na esteira do último programa de estímulo do Federal Reserve, banco central norte-americano, acumula avanço superior a 11% até agora no ano.

"É bom que (os bancos centrais) tenham atuado --nós temos visto ativos de risco se beneficiando disso. Mas, na verdade, se o rali continuar, então precisaremos ver resultados tangíveis e é improvável que vejamos isso por algum tempo", afirmou o estrategista de mercado do Barclays Henk Potts.

"Não acho que será uma surpresa para nós se virmos que os mercados tenham uma pausa ou recuem levemente do longo das próximas semanas até que... tenhamos essas confirmações", completou.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 0,35%, a 5.888 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,59%, para 7.390 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve alta de 0,54%, a 3.531 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve ganhos de 0,15%, para 16.100 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 subiu 0,50%, a 8.098 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 avançou 0,60%, para 5.333 pontos.


Leia tudo sobre: NEGOCIOSBOLSAEUROPAFECHA

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG