Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados sobem, mas contidos por temor sobre crise

HONG KONG - As bolsas de valores da Ásia fecharam em alta nesta quinta-feira, em dia em que investidores compraram ações abatidas do setor bancário e aumentaram expectativas quanto a ações políticas para dar apoio ao crescimento. Mas o pessimismo econômico levou o iene a chegar próximo do valor mais alto em 13 anos em relação ao dólar.

Reuters |

Apesar dos dados econômicos permanecerem decepcionantes, analistas e gestores de fundos também acreditam que fortes investimentos dos governos e cortes de impostos por todo o mundo eventualmente terão efeito na economia, talvez mais para o fim do ano.

"Investidores estão mirando o futuro, buscando setores que poderão se beneficiar da ajuda do governo", disse Zhou Lin, analista da Huatai Securities em Nanjing, China.

Um conjunto de relatórios na Ásia mostraram uma queda brusca no crescimento e um colapso no mercado de exportações, sugerindo que pode demorar um tempo antes que a recuperação aconteça e dê suporte para que investidores concordem em correr risco.

O índice MSCI das principais ações asiáticas com exceção do Japão subia 1,2% às 7h54 (horário de Brasília), mas segue próximo do nível mais baixo em dois meses, atingido anteriormente na sessão.

Os volumes dos negócios diminuíram rapidamente antes dos feriados do ano novo lunar por toda a Ásia na próxima semana.

O índice Nikkei, da bolsa de TÓQUIO, terminou em alta de 1,9% após uma valorização tardia, impulsionada por ações do setor imobiliário depois que o Banco do Japão anunciou que vai aceitar títulos emitidos por fundos de investimentos imobiliários como garantia extra para capital de curto prazo.

O indicador Hang Seng, da bolsa de HONG KONG, teve valorização de 0,6 por cento, impulsionado por alta nas ações do HSBC depois que os papéis do maior banco europeu se desvalorizaram por oito sessões seguidas, para patamar mais baixo em uma década. As quedas anteriores ocorreram com preocupações sobre o acesso da instituição a capital.

Em SEUL, o indicador Kospi marcou valorização de 1,1%, enquanto em XANGAI a alta foi de 1% e em SYDNEY, de 1,3%. O mercado de CINGAPURA teve valorização mais tímida, de 0,25%, assim como o de TAIWAN, que subiu 0,1%.

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG