Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Setor financeiro manteve pressão sobre bolsas internacionais

SÃO PAULO - As bolsas de valores americanas fecharam em forte queda ontem com preocupações com crédito atingindo as ações financeiras e temores sobre o crescimento global, que afetaram as empresas de tecnologia e do setor industrial.

Valor Online |

Os três principais índices fecharam em queda de aproximadamente 2%, apagando os ganhos da sexta-feira, em sessão de baixo volume de negócios segundo operadores, o que pode ter ajudado a amplificar as oscilações.

O índice Dow Jones teve baixa de 2,08%, a 11.386 pontos. O Standard & Poor´s 500 caiu 1,96%, a 1.266 pontos. O Nasdaq recuou 2,03%, a 2.365 pontos.

As ações iniciaram a sessão sob pressão de venda, lideradas pelas financeiras, devido ao fechamento do Columbian Bank and Trust, nono banco americano a falir em meio à economia fraca e à queda dos preços imobiliários.

A American International Group, maior seguradora do mundo, foi um dos principais pesos do Dow, com as ações caindo ao menor patamar em 13 anos. O Credit Suisse cortou o preço alvo da empresa e previu fortes perdas.

As ações européias caíram, influenciadas pelo setor financeiro e pelas principais empresas de energia, à medida que os preços do petróleo estenderam a forte queda da última sessão. O índice FTSEurofirst 300 recuou 0,56%, para 1.169 pontos. O indicador perdeu quase 22,5% no ano, frente à queda de 17% do índice MSCI World .

A atividade no mercado foi reduzida devido a um feriado na Grã-Bretanha. A bolsa de Londres não operou. O banco Santander e o grupo financeiro Fortis recuaram 2,4%. As ações da Royal Dutch Shell e as da Total caíram 1,8% e 1,4%, respectivamente.

A notícia de que o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu suas estimativas para o crescimento econômico mundial em 2008 e 2009, sinalizando demanda mais fraca, fez com que as ações da siderúrgica ArcelorMittal e da Siemens caíssem 2,2% e 1,6%.

Em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,72%, para 6.296 pontos. O CAC-40, de Paris, caiu 1,01%, para 4.355 pontos. Houve baixa de 0,63% no Mibtel, de Milão, e de 1,48% no Ibex-35, de Madri. Na bolsa de Lisboa, o índice PSI20 teve recuo de 0,39%.

(Valor Econômico, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG