SÃO PAULO - As bolsas americanas fecharam em forte alta ontem, com o declínio dos preços do petróleo e dados mostrando que a economia se expandiu muito mais do que o esperado no segundo trimestre impulsionando as principais ações dos setores industrial e financeiro.

Os três principais índices acionários subiram mais de 1% após o governo afirmar que um forte crescimento de exportações ajudou a elevar o crescimento econômico a uma taxa anual de 3,3% entre abril e junho, acima da estimativa preliminar de 1,9%.

O índice Dow Jones teve alta de 1,85%, a 11.715 pontos. O Standard & Poor´s 500 subiu 1,48%, a 1.300 pontos. O Nasdaq avançou 1,22%, a 2.411 pontos.

A divulgação do dado elevou o valor de importantes companhias industriais. As ações da Caterpillar, freqüentemente considerada um medidor econômico, subiram 3%.

A melhora da perspectiva econômica se juntou à mudança na alta diretoria da concessora de hipotecas Fannie Mae, o que impulsionou as ações financeiras, dando mais força ao mercado.

Os dados do PIB foram encorajadores e isso é o que o investidor realmente quer ver: uma melhora na economia , disse Bruce Zaro, estrategista chefe da Delta Global Advisors.

As ações européias fecharam em alta, estimuladas pelos ganhos de ações financeiras, à medida que o crescimento surpreendente dos Estados Unidos no segundo trimestre e a queda dos pedidos de auxílio-desemprego despertaram otimismo sobre a economia.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,47%, para 1.190 pontos, tendo caído 0,7% mais cedo. Um declínio nos preços do petróleo, após ganhos acentuados no início da sessão, também ajudou a impulsionar a confiança do mercado.

As ações do Crédit Agricole avançaram 8,9%, enquanto as do BNP Paribas e as do Société Générale subiram mais de 4%.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 1,32%, a 5.601 pontos. Na bolsa de Frankfurt, o DAX avançou 1,57%, para 6.420 pontos. O CAC-40, de Paris, subiu 2,02%, para 4.461 pontos. Em Milão, o índice Mibtel encerrou em alta de 2,03% (22.086 pontos). O Ibex-35, de Madri, registrou avanço de 1,59% (11.662 pontos). Em Lisboa, o PSI20 teve alta de 1,13% (8.555 pontos).

(Valor Econômico, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.